quarta-feira, 13 de abril de 2011

Stranho em crise

Estuprar a própria criatividade é um mandato cultural para aqueles que têm a palavra como única alternativa.

Um comentário:

  1. Filho da mãe!
    Me mata.
    Come em carne viva minhas esperanças
    (cretino)

    ResponderExcluir